Segunda-feira, 1 de Outubro de 2007

A razão do Reason 4

Então, como prometido, hoje vou falar do Reason 4.
 
Reason 4: Click aqui para ver o trailer! :)
O novo sintetizador semi-modular Thor!Ora, deixa cá tentar explicar o que é o Reason 4 (se já sabem o que é, foi um prazer, até um proximo post! :) ...ah, calma, saltem para o final do post e espreitem umas dicas que por lá andam, pois nisto nunca se sabe)

SubTractor, é um sintetizador analógico... virtual :)Ok, então... alguma vez já viram nos estudios ou em palco, aquelas racks (i.e. "armários" ?!) cheias de luzinhas a piscar e coisitas assim ? Pois, são tudo módulos de sintetizadores, samplers, caixas de efeitos, processadores de sinal audio e MIDI, etc... Sintetizador granular Malström, introduzido desde o Reason 2geralmente controlados por mais caixinhas chamadas sequenciadores, por instrumentos MIDI (mais correctamente chamados de Controladores MIDI ou superficies de controle MIDI) que se limitam a enviar sinais de performance como notas, a velocidade e a força com que se tecla ou sopra (pois há de tudo em controladores MIDI, desde violas, instrumentos de sopro, pads de percussão, ...), etc... ou computadores que servem as vezes dos sequenciadores. err... mais um assunto para falar um dia destes.

Rack do Reason 3Ora, se alguma vez sonharam em ter uma coisa parecida mas o guito nunca chegou para tanto, ou se por acaso até são dos que já são donos dumas coisas iguais e gostariam de expandir aquilo "indefinidamente" com mais aparelhos ou então, se já estão satisfeitos com o material mas já não podem mais com o acartar de caixas e caixotes e caixinhas de instrumentos musicais... a solução é virtualizar a coisa e enfia-la num PC... simples né ? ;)


Isto foi precisamente o que a Propellerhead Software fez quando lançou o Reason em 2000, após ter feito sucesso com o Rebirth RB-338, 4 anos antes.

Ora, para quem se interessa por produção e composição musical, o Reason é uma ferramenta fantástica (mas ainda não é perfeita, infelizmente!).

O rack visto por trás...Pois num mesmo interface, obedecendo a um simples mas poderoso paradigma de rack virtual, tem-se um facil acesso a 3 tipos de sintetizadores, 2 de samplers, e um de Vocoder, drum-machine, loop-player, arpegiador e uma grande variedade de processadores de sinal audio, como Digital Delays, Reverb, Compressores, Equalizadores, etc... e muito importante, uma mesa de mistura e um mini-mixer.

Tudo isto com a vantagem de, por ser virtual, podem-se adicionar os módulos que se quiser, e quantos se quiser sem pagar mais por isso... bem, pelo menos até o PC ou o Mac "cair fulminado no chão" com falta de recursos de memória ou CPU  :P

Novo sequenciador, completamente refeito para o Reason 4A propósito disto, uma das grandes vantagens do Reason em relação a outras soluções, é que demora muito até se conseguir notar o "peso", num PC minimamente decente, tal a qualidade técnica da Propellerhead Software.

Ah, além disto tudo, tem um sequenciador simples de usar e (melhorado nesta versão 4) poderoso e flexivel.

Chega de paleio, vamos aos videos, com uma demonstração do que é possivel fazer com a demo do Reason 4 disponivel para download para Windows ou Mac OS X:

. .
. .

Bom, para quem estiver interessado no novo Thor, este video aprofunda um pouco a coisa:

. .

Já agora, vejamos as novas capacidades do refeito sequenciador:

. .

Parece complicado, mas na verdade é dos sequenciadores mais simples de usar que alguma vez experimentei (claro, gostos não se discutem. É a minha opinião apenas... que, claro, vale o que vale).

Novo aspecto da rack do Reason 4, apenas mostrando o Thor, RPG-8 e ReGroove MixerBom, vendo os videos, penso que se fica com uma ideia do que é possivel fazer com o Reason 4.

A grande vantagem deste tipo de interface é que, qualquer  adepto da versão "à séria" (ou como gostam de chamar "à antiga") em hardware, facilmente reconhece os tipos de mostradores, ecrãs, botões, potenciometros (sliders, knobs, ...) e como dá para espreitar por trás da rack, expondo todas as ligações dos cabos audio e de sinal de controle (notas, etc...) rapidamente apanha o jeito à coisa e começa a trabalhar sem ter que perder muito tempo a perceber como criar sons, como controlar os instrumentos e como encaminhar o audio pelas "caixas" de efeitos .

...

Agora, vou falar do que é que o Reason 4 não tem (nem nunca teve) e que muitos dos utilizadores clamam há anos:


Entrada Audio para processamento de som ao vivo

Pois, não tem... e é pena. Com tanto aparelhómetro virtual capaz de processar audio, seria espetacular ligar uma guitarra electrica ao PC e usar todas as caixas de efeitos do Reason, os equalizadores, os mixers, etc... mas não dá... pelo menos de fábrica, mas há um truque que se pode usar, felizmente ;)

Sim! Felizmente um rapaz genial teve a grande ideia de acrescentar uma "pequena" opção que permite isto mesmo, quando desenvolveu uma aplicação extremamente util para quem leva a produção de musica a sério mas tem problemas com algumas placas de som do PC:

ASIO4ALL: Universal ASIO Driver For WDM Audio !!! :D
 
ASIO4ALL e o tal módulozito que permite a entrada de audio no Reason, o ReWuschel

Não vou entrar em muito detalhe agora, até porque só posso confirmar que funciona para o Reason 3.

Ok, outra falta do Reason é não ter:


Gravação de Audio

errr... pois, também não tem disto. Não há como gravar audio no Reason.

Audacity: The Free & Open-source, Cross-Platform Sound EditorRelacionado com isto, outra impossibilidade é que os chamados samplers do Reason, na verdade são (poderosos mas) simplesmente sample-players e não samplers completos como estaria à espera alguém que já teve um "a sério".

Portanto, quem quiser fazer os seus próprios samples, terá que usar um outro software de digitalização e edição de audio, como por exemplo o Audacity, que é gratis e open-source :)

A mesma solução aplica-se à falta de pistas audio, para gravação de voz ou instrumentos acústicos.

Então, como não há disso, o uso dum programa externo para gravar o audio é uma forma de se dar a volta a esta falta.

NN-XT: O sample-player mais sofisticado do ReasonGrava-se fora do Reason (por exemplo, no Audacity, que, se o computador aguentar, dá para gravar ao mesmo tempo que o Reason está a tocar, ou então exporta-se a musica para audio e adiciona-se como mais uma pista), processa-se e edita-se essa gravação e depois, se for necessário continuar a NN-19, o primeiro sample-player lançado no Reason 1.0trabalhar a musica, usa-se um dos sample-players do Reason (NN-19, NN-XT, Dr.REX ou até mesmo a ReDrum) para "disparar" essa parte (ou partes) audio nas alturas necessárias da musica.

Mas... melhor que falar, é ver (uma forma mais sofisticada, que envolve outro produto da Propellerhead Software, o ReCycle):

. .

É um processo muito atamancado, mas, quem não tiver outro programa  mais apropriado ou para quem não quer usar outro programa do tipo estudio-virtual, é uma maneira de resolver o assunto.
Tecnologia ReWire, criada pela Propellehead SoftwareFalarei sobre isto num post futuro, pois o Reason tem hipotese de se ligar, através da tecnologia ReWire, a outros programas mais direccionados para gravação audio, mais conhecidos por DAW's

Ok, vamos então à terceira e ultima faltas do Reason (pelo menos das mais berrantes) :


Saida de sinal MIDI

Pois, também não tem. Não é possivel controlar outro equipamento MIDI com o sequenciador do Reason.

Esquema duma tomada MIDIÉ pena, pois é um sequenciador extremamente simples e flexivel de usar, mas... nicles, não  dá. E aqui não há volta a dar-lhe. Ou se usa o Reason como "cliente" num DAW ou nada feito (um dos tais assuntos que falarei no futuro).

Relacionado um pouco com isto, posso ainda falar da quarta falta do Reason, mas esta sim, muito polémica entre os utilizadores do produto, pois deve haver tantos a favor como contra: O Reason, embora seja uma rack virtual onde se podem adicionar os módulos que se quiser... só permite adicionar os módulos internos do Reason e mais nenhuns. Por "mais nenhuns" refiro-me, claro, aos famosos VST's (ou AU's no Mac), os plug-ins que habitualmente suportam a modularidade e as capacidade de expansão doutros programas de produção musical.

Atlantis: um exemplo de muitos sintetizadores virtuais em formato VST

Falarei mais sobre isto e do porquê de ser considerado um assunto polémico junto de muitos utilizadores do Reason num post futuro desta serie dedicada a produção de musica com software de estudio virtual.

Não posso terminar, sem mencionar um dos utilizadores do Reason  (tão ferrenho que fez uma tatuagem do logotipo no braço) e compositores meus preferidos, Josh Mobley aka NeoVerse. A flexibilidade, inventividade e talento deste senhor, inspira-me :)

..
música: Josh Mobley - I'm in here
sinto-me:
publicado por Koshdukai às 02:31
link do post | comentar | ver comentários (19) | favorito

:pesquisar

 

:Agosto 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

:posts recentes ^ topo

: A razão do Reason 4

:arquivos

: Agosto 2016

: Janeiro 2016

: Maio 2013

: Janeiro 2012

: Janeiro 2011

: Dezembro 2009

: Dezembro 2008

: Novembro 2008

: Outubro 2008

: Setembro 2008

: Agosto 2008

: Julho 2008

: Abril 2008

: Março 2008

: Dezembro 2007

: Novembro 2007

: Outubro 2007

: Setembro 2007

: Agosto 2007

:tags

: todas as tags

:mais sobre mim

:favoritos

: Clara no Metro

:subscrever feeds