Sexta-feira, 10 de Outubro de 2008

"Eles" já não "andem" aí ?!? ...oh raio -.-'

O que é que se andará a passar com os SPAMMERs ???

 

Nuclear Elephant's dspam

 

Será que morreram? foram presos? perderam o interesse? ganharam juizo? mudaram de vida?

 

hmmm... fizeram as contas à vidita deles e viram que afinal não compensa enviar 98726928374659837465 emails p'ra vender/enganar 7 ou 8 coisitas? ah pera... se calhar quem fez essas contas foram os tipos que contratavam os serviços deles :D

 

Se calhar dedicaram-se pesca :P ...alias, ó PHISHING... deve ser isso. O mesmo trabalho com maior rendimento... é capaz.

 

Bem, o certo é que estas ultima semanas, o SPAM caiu para niveis "vergonhosos" :P

 

14 Day Activity - 85 SPAM, 3079 Good

 

O que é que se andará a passar ? Alguém sabe ? hmmm? ...muuuuito estranho.

 

E só falo nisto porque já não é a primeira pessoa que oiço "queixar-se" das saudades que tem de ler umas propostas de transferências bancárias da Nigéria, uns prémios de lotaria, uns comprimidos azuis mais baratos, umas extensões do "apêndice", uns ROLEX's todos nices pa oferecer ó cunhado, etc... :P

 

Se bem que, as ultimas coisas que me tentaram vender já foram um bocadito novidade:

Produtos de Beleza feminina

e

Comida p'ra Cães e Gatos

-.-'

 

Bem... vamos lá ver no que isto vai dar a seguir :|

 

~//~

 

Ora... em compensação, também há umas semanas, recebi umas propostas de "amizade" da Arménia tipo... caída do céu, à lá spam :D

 

Olhando p'ró "caminho" que a mensagem percorreu até chegar a mim, viu-se bem que a coisa estava um bocadito confusa, tipo... a mensagem deve ter andado nos copos antes de partir e já não sabia bem de que terra era :P

 

Resumidamente, algo tipo isto:


Received: from UNKNOWN(194.44.40.xxx), claiming to be "pat3.amon-ra.s-net.xxx.ua"
Received: from [194.44.40.xxx] by scrubber.av.xxx.com
From: "Roseann xxx" <santiago@xxxassociates.com>

...

Please send me you reply to xxx@yahoo.co.uk

...


Ou seja, um mail duma Roseann mas com um endereço de email Santiago, duma firma de advogados a pedir-me para lhe responder para um outro mail genérico da yahoo.co.uk ? Tá certo, deves tar mesmo à espera que eu exclame algo tipo

 

"WOW!!! UMA TIPA COM 3 NOMES DIFERENTES QUE NUNCA VI MAIS GORDA (ai mentira... que ela incluiu uma foto neste primeiro mail, hehehe) QUE QUER "CONHECER-ME" MELHOR? A MIM, SÓ A MIM? ENA PÁ QUE SORTUDO QUE SOU, E NEM ME INTERESSA SABER COMO RAIO É QUE ELA DESCOBRIU ESTE EMAIL QUE NUNCA USEI EM LADO NENHUM NA WEB!!!"

 

...yeah right :P

 

NOTA IMPORTANTE: Para os mais distraidos, este mail que recebi não é mais que um exemplo do problema dos "amigos" andarem a enviar mails à parva com anedotas e videos e powerpoints e mais não sei quê, onde colocam 50 mails (tudo amigos deles/delas, mas não meus) no campo do TO: em vez de meterem tudo escondido no BCC: ...enfim, siga a marinha, que o exército já lá tá...

 

(Oras... onde é q eu ia? Ah! Então...)

 

Já não bastavam as noivas Russas, agora a moda parece que é a Arménia (pelo menos foi o que me calhou na rifa, e pelo estudo que fiz depois, não sou o único alvo deste grupo, como já seria de esperar, pois tá claro).

 

Vai daí, lembrei-me de criar um mail de propósito p'ra lhes dar trela e ver onde é que aquilo ia parar, já que fiquei curioso com a falta de pressa deles de me impingir algo.

 

Pronto, então a "menina" lá contou quase a vida toda dela (digo quase, porque vim a descobrir nos mails seguintes que ela ainda tinha muuuuuuito pra contar... livra, muito fala "ela", c'um raio). Que vive com os pais numa familia feliz e muito conservadora, à boa maneira da tradição arménia, que trabalha num infantário, que adora crianças, que teve as suas desilusões na vida, que ainda anda à procura do homem da vida dela, que agora decidiu procura-lo na Internet (novidade lá na Arménia, parece), que... enfim, uma enxurrilhada de lamechices que até seriam engraçadas e de valor, fossem elas verdadeiras :)

 

Será que esta menina sabe que andam a usar as fotos dela para isto?

(será que esta menina sabe que andam a usar as fotos dela p'ra isto?)

(É no que dá ter fotos na net, dá nisto... qualquer um as pode usar p'ró que quiser, né?)

 

E... hmmm... já chega por hoje ^^

 

Deixo esta "novela" para... er... segundas núpcias :D

(hmmm? perceberam? noivas, núpcias... hmmm... ok, esqueçam -.-')

 

sinto-me:
música: Duffy - Warwick Avenue
publicado por Koshdukai às 12:44
link do post | comentar | ver comentários (19) | favorito
|
Sexta-feira, 19 de Outubro de 2007

Atenção nas Relações (1/3)

"O simples acto de dar-mos um passo, pode acabar com a vida de uma formiga."

Seria interessante para quem "anda", colocar-se no lugar da formiga. Talvez assim se lembrasse constantemente de ter atenção ao que faz, atenção ao que se passa em seu redor, atenção aos que lhe pedem atenção, atenção a quem precisa de atenção e não chama à atenção para isso. Atenção para, com os seus actos naturais, não pisar a formiga.


Dar atenção, receber atenção, ter atenção para com algo ou alguém.

As relações vivem desse bem precioso e finito chamado "Atenção".

Ao dar-se atenção a tudo e todos, estamos a dividir a atenção em parcelas tanto menores quanto os alvos da atenção.

Cada vez mais há tanto por onde distribuir a nossa atenção que há quem não esteja preparado para lidar com isso.

Há também quem não esteja preparado para lidar com a falta de atenção.

Pode parecer ser suficiente para quem a dá mas para quem a recebe, pode nunca o ser.

O interesse ou a consideração que se tem por algo ou alguém, geralmente são os factores que regulam a percentagem de atenção que se dá (ou deveriam ser, num mundo ideal).

As injustiças na distribuição de atenção (fundamentadas ou não) são geralmente o motivo de sentimentos negativos de revolta, raiva, inveja, ciume, ou até mesmo de desinteresse.


"Se não me dás a atenção que tenho direito, então não mereces a atenção que te dou."

Gosto de optar sempre que possível pelo desinteresse quando me é possível escolher entre os outros de inveja, ciume ou raiva.

O desinteresse é deveras menos destrutivo que os outros.

O desinteresse é deveras menos fatal e trágico.

O desinteresse é menos dispendioso de energia.

Por vezes, o desinteresse até é o mais eficaz... quando notado.

Quando notado... o desinteresse pode ser tão eficaz que se pode tornar destrutivo.
sinto-me:
publicado por Koshdukai às 00:01
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

:)

:pesquisar

 

:Tweetments... :P

:Agosto 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

:posts recentes ^ topo

: "Eles" já não "andem" aí ...

: Atenção nas Relações (1/3...

:arquivos

: Agosto 2016

: Janeiro 2016

: Maio 2013

: Janeiro 2012

: Janeiro 2011

: Dezembro 2009

: Dezembro 2008

: Novembro 2008

: Outubro 2008

: Setembro 2008

: Agosto 2008

: Julho 2008

: Abril 2008

: Março 2008

: Dezembro 2007

: Novembro 2007

: Outubro 2007

: Setembro 2007

: Agosto 2007

:tags

: todas as tags

:mais sobre mim

:favoritos

: Clara no Metro

:subscrever feeds