Segunda-feira, 1 de Outubro de 2007

A razão do Reason 4

Então, como prometido, hoje vou falar do Reason 4.
 
Reason 4: Click aqui para ver o trailer! :)
O novo sintetizador semi-modular Thor!Ora, deixa cá tentar explicar o que é o Reason 4 (se já sabem o que é, foi um prazer, até um proximo post! :) ...ah, calma, saltem para o final do post e espreitem umas dicas que por lá andam, pois nisto nunca se sabe)

SubTractor, é um sintetizador analógico... virtual :)Ok, então... alguma vez já viram nos estudios ou em palco, aquelas racks (i.e. "armários" ?!) cheias de luzinhas a piscar e coisitas assim ? Pois, são tudo módulos de sintetizadores, samplers, caixas de efeitos, processadores de sinal audio e MIDI, etc... Sintetizador granular Malström, introduzido desde o Reason 2geralmente controlados por mais caixinhas chamadas sequenciadores, por instrumentos MIDI (mais correctamente chamados de Controladores MIDI ou superficies de controle MIDI) que se limitam a enviar sinais de performance como notas, a velocidade e a força com que se tecla ou sopra (pois há de tudo em controladores MIDI, desde violas, instrumentos de sopro, pads de percussão, ...), etc... ou computadores que servem as vezes dos sequenciadores. err... mais um assunto para falar um dia destes.

Rack do Reason 3Ora, se alguma vez sonharam em ter uma coisa parecida mas o guito nunca chegou para tanto, ou se por acaso até são dos que já são donos dumas coisas iguais e gostariam de expandir aquilo "indefinidamente" com mais aparelhos ou então, se já estão satisfeitos com o material mas já não podem mais com o acartar de caixas e caixotes e caixinhas de instrumentos musicais... a solução é virtualizar a coisa e enfia-la num PC... simples né ? ;)


Isto foi precisamente o que a Propellerhead Software fez quando lançou o Reason em 2000, após ter feito sucesso com o Rebirth RB-338, 4 anos antes.

Ora, para quem se interessa por produção e composição musical, o Reason é uma ferramenta fantástica (mas ainda não é perfeita, infelizmente!).

O rack visto por trás...Pois num mesmo interface, obedecendo a um simples mas poderoso paradigma de rack virtual, tem-se um facil acesso a 3 tipos de sintetizadores, 2 de samplers, e um de Vocoder, drum-machine, loop-player, arpegiador e uma grande variedade de processadores de sinal audio, como Digital Delays, Reverb, Compressores, Equalizadores, etc... e muito importante, uma mesa de mistura e um mini-mixer.

Tudo isto com a vantagem de, por ser virtual, podem-se adicionar os módulos que se quiser, e quantos se quiser sem pagar mais por isso... bem, pelo menos até o PC ou o Mac "cair fulminado no chão" com falta de recursos de memória ou CPU  :P

Novo sequenciador, completamente refeito para o Reason 4A propósito disto, uma das grandes vantagens do Reason em relação a outras soluções, é que demora muito até se conseguir notar o "peso", num PC minimamente decente, tal a qualidade técnica da Propellerhead Software.

Ah, além disto tudo, tem um sequenciador simples de usar e (melhorado nesta versão 4) poderoso e flexivel.

Chega de paleio, vamos aos videos, com uma demonstração do que é possivel fazer com a demo do Reason 4 disponivel para download para Windows ou Mac OS X:

. .
. .

Bom, para quem estiver interessado no novo Thor, este video aprofunda um pouco a coisa:

. .

Já agora, vejamos as novas capacidades do refeito sequenciador:

. .

Parece complicado, mas na verdade é dos sequenciadores mais simples de usar que alguma vez experimentei (claro, gostos não se discutem. É a minha opinião apenas... que, claro, vale o que vale).

Novo aspecto da rack do Reason 4, apenas mostrando o Thor, RPG-8 e ReGroove MixerBom, vendo os videos, penso que se fica com uma ideia do que é possivel fazer com o Reason 4.

A grande vantagem deste tipo de interface é que, qualquer  adepto da versão "à séria" (ou como gostam de chamar "à antiga") em hardware, facilmente reconhece os tipos de mostradores, ecrãs, botões, potenciometros (sliders, knobs, ...) e como dá para espreitar por trás da rack, expondo todas as ligações dos cabos audio e de sinal de controle (notas, etc...) rapidamente apanha o jeito à coisa e começa a trabalhar sem ter que perder muito tempo a perceber como criar sons, como controlar os instrumentos e como encaminhar o audio pelas "caixas" de efeitos .

...

Agora, vou falar do que é que o Reason 4 não tem (nem nunca teve) e que muitos dos utilizadores clamam há anos:


Entrada Audio para processamento de som ao vivo

Pois, não tem... e é pena. Com tanto aparelhómetro virtual capaz de processar audio, seria espetacular ligar uma guitarra electrica ao PC e usar todas as caixas de efeitos do Reason, os equalizadores, os mixers, etc... mas não dá... pelo menos de fábrica, mas há um truque que se pode usar, felizmente ;)

Sim! Felizmente um rapaz genial teve a grande ideia de acrescentar uma "pequena" opção que permite isto mesmo, quando desenvolveu uma aplicação extremamente util para quem leva a produção de musica a sério mas tem problemas com algumas placas de som do PC:

ASIO4ALL: Universal ASIO Driver For WDM Audio !!! :D
 
ASIO4ALL e o tal módulozito que permite a entrada de audio no Reason, o ReWuschel

Não vou entrar em muito detalhe agora, até porque só posso confirmar que funciona para o Reason 3.

Ok, outra falta do Reason é não ter:


Gravação de Audio

errr... pois, também não tem disto. Não há como gravar audio no Reason.

Audacity: The Free & Open-source, Cross-Platform Sound EditorRelacionado com isto, outra impossibilidade é que os chamados samplers do Reason, na verdade são (poderosos mas) simplesmente sample-players e não samplers completos como estaria à espera alguém que já teve um "a sério".

Portanto, quem quiser fazer os seus próprios samples, terá que usar um outro software de digitalização e edição de audio, como por exemplo o Audacity, que é gratis e open-source :)

A mesma solução aplica-se à falta de pistas audio, para gravação de voz ou instrumentos acústicos.

Então, como não há disso, o uso dum programa externo para gravar o audio é uma forma de se dar a volta a esta falta.

NN-XT: O sample-player mais sofisticado do ReasonGrava-se fora do Reason (por exemplo, no Audacity, que, se o computador aguentar, dá para gravar ao mesmo tempo que o Reason está a tocar, ou então exporta-se a musica para audio e adiciona-se como mais uma pista), processa-se e edita-se essa gravação e depois, se for necessário continuar a NN-19, o primeiro sample-player lançado no Reason 1.0trabalhar a musica, usa-se um dos sample-players do Reason (NN-19, NN-XT, Dr.REX ou até mesmo a ReDrum) para "disparar" essa parte (ou partes) audio nas alturas necessárias da musica.

Mas... melhor que falar, é ver (uma forma mais sofisticada, que envolve outro produto da Propellerhead Software, o ReCycle):

. .

É um processo muito atamancado, mas, quem não tiver outro programa  mais apropriado ou para quem não quer usar outro programa do tipo estudio-virtual, é uma maneira de resolver o assunto.
Tecnologia ReWire, criada pela Propellehead SoftwareFalarei sobre isto num post futuro, pois o Reason tem hipotese de se ligar, através da tecnologia ReWire, a outros programas mais direccionados para gravação audio, mais conhecidos por DAW's

Ok, vamos então à terceira e ultima faltas do Reason (pelo menos das mais berrantes) :


Saida de sinal MIDI

Pois, também não tem. Não é possivel controlar outro equipamento MIDI com o sequenciador do Reason.

Esquema duma tomada MIDIÉ pena, pois é um sequenciador extremamente simples e flexivel de usar, mas... nicles, não  dá. E aqui não há volta a dar-lhe. Ou se usa o Reason como "cliente" num DAW ou nada feito (um dos tais assuntos que falarei no futuro).

Relacionado um pouco com isto, posso ainda falar da quarta falta do Reason, mas esta sim, muito polémica entre os utilizadores do produto, pois deve haver tantos a favor como contra: O Reason, embora seja uma rack virtual onde se podem adicionar os módulos que se quiser... só permite adicionar os módulos internos do Reason e mais nenhuns. Por "mais nenhuns" refiro-me, claro, aos famosos VST's (ou AU's no Mac), os plug-ins que habitualmente suportam a modularidade e as capacidade de expansão doutros programas de produção musical.

Atlantis: um exemplo de muitos sintetizadores virtuais em formato VST

Falarei mais sobre isto e do porquê de ser considerado um assunto polémico junto de muitos utilizadores do Reason num post futuro desta serie dedicada a produção de musica com software de estudio virtual.

Não posso terminar, sem mencionar um dos utilizadores do Reason  (tão ferrenho que fez uma tatuagem do logotipo no braço) e compositores meus preferidos, Josh Mobley aka NeoVerse. A flexibilidade, inventividade e talento deste senhor, inspira-me :)

..
sinto-me:
música: Josh Mobley - I'm in here
publicado por Koshdukai às 02:31
link do post | comentar | favorito
|
19 comentários:
De Denise a 1 de Outubro de 2007 às 13:27
como e logico, nao li o post todo, e nao vi todos os filmes, e sim de facto aquilo incomoda um bocadinho pois começar smp a fazer barulho, sim repara que eu disse barulho e nao musica!, cada vez que fazemos refresh ou abrimos a pagina torna se um bocado, digamos que, chato!

embora nao tenha lido o post todo, fiquei com a ligeira impressao de que se me oferecessem um brinquedo desses, eu era muito feliz, alias, deixava de nao ter nada para fazer para passar a ter muito que fazer, isso e de facto uma coisinha fantastica... acho que vou pedir isso no natal ...

:D

(P.S- acho que este post e bem maior do que todos os outros! eeerrr )

P.S.2- eerrr... assim nunca vou ler um post teu ate ao fim.... eeerrr...

:D
De Koshdukai a 1 de Outubro de 2007 às 14:02
Yup, eu também detesto bonecada que começa a fazer barulho nas páginas sem ninguém lhes pedir...

Estou a contar resolver esse problema ainda hoje, por isso achei por bem incluir aquele trailer no post assim como está só por 1 dia.


Já agora, a minha intenção com estes posts longos é apenas para contribuir com mais um recurso em português para quem procure informação sobre o assunto nos motores de busca (google e afins), tal como gosto que outros o façam sobre assuntos q não domino mas posso vir a interessar-me um dia.

Assim, é um pouco inevitável não me alongar no paleio em certos posts temáticos, como os ultimos 3 foram.

Sinceramente não espero que todos leiam todos os posts!

A ideia é mesmo só despertar o interesse a quem esteja pr'ali virado, pois cada um tem os seus interesses.

Se isso acontecer, então há ali algo para ler com calma, links pra clickar e videos para ver, senão, tudo bem na mesma, amigos como sempre... haverá outros posts mais ligeiros e engraçados p'ra ler no futuro :)
De Denise a 2 de Outubro de 2007 às 11:36
estou a ver k resolvest o problema do somzinho desagradavel que começava quando ninguem lhe pedia nada... -.-

lool

:D
De Koshdukai a 2 de Outubro de 2007 às 14:15
Ô.ô

quer d'zer, não ficou como eu queria, mas assim também serve.

Tá prometido, tá prometido! >.>
De Kompakt a 17 de Outubro de 2007 às 19:05
Boa análise à nova versão do Reason, gostei da abordagem feita ás novas máquina presentes nesta quarta versão. Nota-se que sabes do que estás a falar.

Quanto à impossibilidade de correr VSTs na plataforma Reason, isso pode-se contornar facilmente se tiveres um Ableton instalado no mesmo sistema onde corres o Reason. Corres os dois em simbiose via ReWire e deixas o Reason como slave.
De Koshdukai a 18 de Outubro de 2007 às 10:58
Obrigado :)

Sim, há sempre a solução tradicional de usar um host VST+ReWire permitindo usar VST's ao lado do Reason.
(Há vários, o Ableton Live é um deles, que tenho e posso dizer ser o que mais gosto, dos que testei).

Não quis abordar este tipo de solução neste post pois já estava pesado e longo demais. Penso falar nisso no futuro, como também disse.

Posso apenas adiantar que vejo 2 problemas ao usar um 3º produto que permita usar o Reason + alguns VST's que se goste.

1) Deixas de trabalhar num ambiente coerente e "virtual" do Reason (uma das vantagens que aponto para quem vem duma escola tradicional de hardware). Usando um DAW, tens que aprender a trabalhar com um 2º tipo de interface, com todas as suas novas manias, regras e novas formas de fazer as coisas, que muitas vezes até vão contra o que aprendeste no Reason. Tens que aprender a lidar com um novo sequenciador, mais complexo e que muitas vezes não acrescenta nada em termos de flexibilidade. Podes até embirrar com a filosofia e implementação desse sequenciador (como me aconteceu com vários).

2) Até agora, do que me foi permitido ver e testar em termos de DAW's com capacidade de VST+ReWire hosting, são sempre umas "bestas" devoradoras de recursos (CPU+RAM) que por vezes atrapalham o momento de inspiração. Recursos esses que poderiam ser aproveitados para setups mais complexos do lado do Reason ou até permitir um VST ligeiramente mais pesadote.

Mas, como de momento não há mesmo outra solução, é escusado gastar muito tempo a pensar no assunto ;)
...ainda por cima para quem lida com audio-tracks, então é mesmo a melhor solução, ou seja, olhar para o Reason apenas como um banco de módulos geradores de som, todo bonitinho.

Quem fizer questão de usar VST's ao lado do Reason, terá mesmo que optar por uma solução deste tipo, pois é a única viável... pra já :)

Novamente, obrigado pelo comentário e desculpa a resposta longa ;)
De polly a 18 de Junho de 2008 às 06:08
olha só amigo o reason 4 pode não gravar audio mas ele processa guitarras baixo voz ou qualquer outro intrumentos que vc plugar ali .voce pode usar os compressores efeitos scream chorus todos os efeitos
De Koshdukai a 18 de Junho de 2008 às 14:16
Olá :)

Sim, como refiro na parte "Entrada Audio para processamento de som ao vivo", menciono que é possível injectar áudio ao vivo no Reason através do ReWuschel, uma módulo opcional incluido no ASIO4ALL :)

O ReWuschel apresenta-se ao Reason como se fosse o ReBirth, conseguindo assim um hack interessante e muito útil, injectando o sinal de input audio do driver ASIO no stream ReWire ligado ao módulo ReBirth Input Machine, conseguindo-se assim ter dentro Reason, audio externo em tempo real.

Para quem usa MacOS X, existe algo parecido chamado Hammer, mas neste caso não é grátis.


Na altura não quis entrar em muito detalhe na explicação, pois o post já ia longo, mas deixei os links para o ASIO4ALL para quem estivesse interessado e quisesse investigar mais o assunto :)

De qualquer forma, obrigado pelo comentário!
De polly a 18 de Junho de 2008 às 06:15
é só voce fazer o seguinte

insira o matering suite depois o mixer 14.2 depois o rebirth rb- 338 depois o efeito que quiser .plugue sua guitarra na entrana da placa e pode usar os perifericos de efeito mas apenas para tocar ao vivo não tem como gravar nele ok!!! se preferir use os combinator para salvar seus presets!!!!!!!
De Koshdukai a 18 de Junho de 2008 às 14:49
Sim, correcto, mas para que isso seja verdade, ou seja, para que o "ReBirth Input Machine" passe a transmitir o audio input da placa de som, é forçoso instalar o ASIO4ALL com o módulo ReWuschel activado (para PCs com Windows).

Atenção que, ao se activar o ReWuschel, perde-se a capacidade de poder usar o programa ReBirth em conjunto com o Reason (para quem tiver instalado o ReBirth, claro ;). A unica forma de recuperar essa capacidade, é desinstalando o ASIO4ALL e voltar a instalar mas já sem o ReWuschel.

No caso dos Macs, tem que se instalar o Hammer (que provoca um hack idêntico).


Como nota adicional, nenhum destes hacks é suportado ou aconselhado oficialmente pela Propellerhead Software, mas a verdade é que funcionam com o Reason 3 e com o Reason 4.

Já agora, e para não haver confusões, uma coisa é o programa autónomo ReBirth RB-338:
http://en.wikipedia.org/wiki/ReBirth_RB-338

...outra é o módulo do Reason chamado "ReBirth Input Machine", que tem como função oficial, fazer a ponte audio entre o ReBirth e o Reason através da tecnologia ReWire. É unidireccional, ou seja, só serve para injectar audio do ReBirth no Reason e nada mais.
http://en.wikipedia.org/wiki/Reason_%28software%29#Additional_devices
De gustavo a 23 de Outubro de 2010 às 18:27
quando importo gravações de voz para o nn 19 tenho que acelerar o pitch para conseguir reproduzilo na tecla (o) do mesmo, isso é certo???
De Koshdukai a 23 de Outubro de 2010 às 19:16
Normalmente, procura-se que a tecla C3 (Dó central) reproduza a gravação (sample) tal qual o original, quando se trata de gravações "não musicais" (sem uma nota facilmente perceptível).

Para isso, por vezes, é necessário ajustar a Root Note ("Set Sample Root Key" é um dos botões por baixo do "ecrã" do NN-19) de maneira que, quando tocas a nota C3, ouves uma cópia exacta do sample que carregaste.

Se, pelo contrário, é um sample que tem um tom ou nota reconhecível, então será essa a Root Note a configurar.

A Root Note indica ao sampler qual a nota original tocada no sample que se importou. Isso ajuda-o a "mapear" correctamente a frequência a atribuir ao resto das notas, de modo a que o sample toque "afinado" com o resto dos instrumentos.
Por vezes, é preciso também usar o Tune (botão ao lado do Root), se o sample estiver originalmente desafinado.

Espero ter consigo ajudar :)

...se tiveres mais dúvidas sobre o Reason/Record, o melhor sitio (sabendo inglês) é o forum da Propellerhead em https://www.propellerheads.se/forum/
De Thas a 3 de Março de 2011 às 14:33
"Grava-se fora do Reason (por exemplo, no Audacity, que, se o computador aguentar, dá para gravar ao mesmo tempo que o Reason está a tocar..."

É exatamente isso que procurava quando encontrei seu blog. Consigo processar minha voz no Reason 4 com o ASIO4ALL como drive de áudio e o Rebirth input machine, aplicando os efeitos de reverb e distortion etc., mas ali não consigo gravar. Porém, quando tento utilizar a voz com esses efeitos do Reason 4 para gravar no Audacity, este último simplesmente não reconhece o input ou output de áudio e fica impossível gravar. Assim que eu fecho o Reason 4, a gravação procede normalmente pelo Audacity, que também disponibiliza alguns efeitos para serem aplicados na faixa depois de gravadas, mas são limitados em relação ao Reason 4. O que eu queria saber justamente era como gravar no Audacity com os efeitos disponíveis no Reason. Como fazer com que o áudio seja deliberado para os dois programas ao mesmo tempo? Existe algum detalhe de configuração que estou deixando de ativar?

Espero ter explicado bem minha dúvida.
Agradeço desde já!
Thas.
De Koshdukai a 3 de Março de 2011 às 15:40
Olá Thas, sim, percebi perfeitamente o problema e é um problema normal acontecer na maioria dos sistemas, onde o ASIO4ALL se apodera de todas as entradas e saídas de audio, não dando hipótese de acesso a outras aplicações que também precisem delas.

Geralmente, o truque envolve usar uma hipótese que alguns drivers oferecem, onde há uma entrada audio "virtual" que corresponde a capturar qualquer som emitido pelo Windows. Sem essa opção, é quase impossível capturar o som que o computador está a gerar enquanto, ao mesmo tempo, recebe audio (seu microfone, guitarra, etc). Se está a gravar voz só com o microfone e se tiver outra entrada como Line-IN, pode sempre usar um cabo audio e ligar o Line-OUT ao Line-IN e gravar o Line-IN no Audacity.

Tem é que desactivar o Line-IN no ASIO4ALL como uma das entradas a ser geridas por ele.

De qualquer forma, excluindo esta solução fisica, a virtual envolve a entrada audio normalmente chamada de "Stereo Mix" ou "What You Hear".

Confesso que é um pouco complicado explicar em detalhe, num comentário, como aproveitar essa hipótese, quando o seu audio driver a dá...

Uma forma mais simples e correcta de "resolver" este assunto, seria comprar o Record também da Propellerhead. Não é muito caro (para aquilo que faz) e acaba por fazer um "upgrade" ao Reason, conseguindo-se finalmente gravar audio (na perfeição) na Rack do Reason (ou seja, na rack do Record+Reason).

Algo também muito bom para quem só tem o Reason 4 (ou qualquer versão mais antiga!), é que ao comprar o Record for Reason Users vai receber grátis o upgrade para o Reason 5 =)

...sei q posso não ter ajudado como esperava, mas há imensas variantes nestes truques de conseguir-se fazer algo para o qual as aplicações não estavam inicialmente preparadas que, só mesmo que perceber o que está a fazer e com alguma sorte com o sistema que se usa, se poderá obter os resultados que se pretende.

Mais uma vez, a forma mais simples e segura será mesmo, fazer o upgrade para o Record 1.5 da Propellerhead, que funciona, na practica como um upgrade ao Reason
De Thas a 12 de Março de 2011 às 22:52
Obrigada!
De marcos de carvalho a 26 de Abril de 2011 às 04:22
O meu problema é que não mostra á parte de traz.
Quando eu perto com o botão do mause pra ele virar. Ele não vira. Eu gostaria de saber? Se tem um outro tipo de comando para isso?

Muito Obrigado.
De Koshdukai a 26 de Abril de 2011 às 15:21
Bem, para mim, o mais normal é usar a tecla de TAB, geralmente do lado esquerdo da tecla Q nos teclados mais actuais tanto de PC como de Mac.

A outra forma que há de aceder à parte de trás do "armário" (i.e. "rack") é usando a opção de menu: Options, Toggle Rack Front/Rear

Espero que isto te consiga ajudar :)
De Marcos a 13 de Março de 2012 às 04:03
Olá. Será que poderia me ajudar? eu comecei a utilizar o REason 4 em meu PC e uso como controlador o Casio Privia PX. Instalei o Asio 4 esses dias também... Acontece que, quando toco o Casio e aciono algum sampler, ele até aciona o audio... mas, dá a maior chiadeira... dá pra resolver isso? é alguma coisa de configuração? desculpe a invasão de seu blog, sou totalmente leigo nesse negócio de tecnologia mas estou super interessado em usar este software...desde já, lhe agradeço! Abraços! Marcos
De Koshdukai a 25 de Março de 2012 às 20:52
Olá Marcos :)

Desculpa a demora em responder, mas as ultimas noticias sobre o Reason 6.5 têm-me ocupado algum tempo.

Então, instalaste o ASIO4ALL, e no Reason 4 escolheste-o como o derivar ASIO a usar, certo?

O problema do ASIO4ALL é que está apenas a simular um driver ASIO apropriando-se do driver normal do Windows (driver WMD) e depende muito tanto da velocidade do CPU do teu PC como também da tua placa áudio, ou seja... nem todas as placas/chips audio se comportam como esperado quando usadas via o ASIO4ALL, infelizmente.

Dito isto, e sem saber bem o que poderá estar a provocar essa chiadeira (é difícil adivinhar, assim sem informações mais técnicas do teu PC, de que placa áudio usa, etc), a única sugestão que posso dar é que tentes aumentar o buffer size do ASIO4ALL e/ou baixar o sample rate para valores mais baixos, pois quanto maiores, mais stress provocam no CPU, no caso especial de se usar o ASIO4ALL.

Atenção que, quanto maior o buffer, mais latencia tens, ou seja, começas a aperceber-te duma diferença maior de tempo entre tocares uma nota do controlador e o som sair (latency).

É claro que, a solução definitiva é mesmo comprares uma placa áudio que suporta nativamente um driver ASIO verdadeiro.

Um exemplo duma placa dessas, é a Propellerhead Balance que é a que uso desde que saiu. A minha filha usa a Line 6 UX1 e também está satisfeita com ela.

Há tmabém teclados que eles próprios servem como interface áudio via USB, como seja o Novation X-Station (que comprei em 2ª mão por causa disso mesmo, antes de ter a Balance).
A M-Audio também tem alguns que fazem isto também, servindo de controlador, interface áudio e claro, instrumentos independentes do computador.

Sei que não ajudei muito, embora o que disse para tentares poderá até resolver-te o problema, se tiveres a sorte de ser um dos problemas que imagino ser.

Boa sorte... e, já está na altura de largares o Reason 4 e saltar para o 6 não? ;)

Comentar post

:)

:pesquisar

 

:Tweetments... :P

:Agosto 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

:posts recentes ^ topo

: Hybrid Heart - A SciFi No...

: Feliz 2016! :D

: 2013 ...yah :)

: Feliz 2012 :)

: Em equipe que ganha não s...

: E foi sim senhor, foi mai...

: Um 2009 mais feliz :)

: Merry Xmas, oh oh oh! :)

: "Como Compreender as Mulh...

: E isto não é o telejornal...

:arquivos

: Agosto 2016

: Janeiro 2016

: Maio 2013

: Janeiro 2012

: Janeiro 2011

: Dezembro 2009

: Dezembro 2008

: Novembro 2008

: Outubro 2008

: Setembro 2008

: Agosto 2008

: Julho 2008

: Abril 2008

: Março 2008

: Dezembro 2007

: Novembro 2007

: Outubro 2007

: Setembro 2007

: Agosto 2007

:tags

: todas as tags

:mais sobre mim

:favoritos

: Clara no Metro

:subscrever feeds